Este vídeo foi publicado há mais de um ano e não mostra a escolta de Nancy Pelosi em Taiwan

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

O vídeo de uma frota de aviões sobrevoando navios não está relacionado à visita da presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan em 2022. Com os exercícios militares realizados pela China após a visita de Pelosi à ilha, usuários e sites compartilharam mais 650 vezes a filmagem junto à alegação de que ilustraria a escolta da parlamentar. Mas essas mesmas imagens circulam nas redes ao menos desde 2021.

“Os EUA enviaram porta-aviões e caças para Taiwan (...) em manobra para garantir a chegada iminente de Nancy Pelosi”, diz uma das publicações que circulam no Twitter,  Facebook, Kwai e YouTube.

A alegação também foi compartilhada no Twitter pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), com a legenda: “Escolta da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, chegando em Taiwan”.

Captura de tela feita em 4 de agosto de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

A difusão do conteúdo ocorre após a visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, a Taiwan no último 2 de agosto. Depois da viagem da política norte-americana, a China iniciou exercícios militares perto da região. 

Pelosi visitou a ilha apesar das advertências de Pequim, que considera Taiwan parte de seu território e viu a iniciativa da congressista democrata uma "provocação”.

Pequim se opõe a qualquer iniciativa que dê legitimidade internacional às autoridades de Taiwan e qualquer comunicação oficial entre Taiwan e outros países. Neste contexto, as autoridades chinesas que supervisionam a segurança marítima anunciaram a organização de exercícios militares no sábado ao largo da costa da ilha de Pingtan, na província.

Veracidade do vídeo

A filmagem que circula nas redes sociais, porém, não corresponde à ida de Pelosi a Taiwan em 2022. O vídeo, na verdade, é antigo.

Uma pesquisa nos motores de busca mostrou que ele foi publicado em abril de 2021 no TikTok, acompanhado de uma música de fundo.

O usuário que publicou o conteúdo naquele ano se identifica na rede social como piloto, e, na legenda da filmagem, afirmou que as imagens retratam a marinha dos EUA. A equipe de checagem da AFP não conseguiu verificar suas circunstâncias ou veracidade.

Mas o simples fato de o vídeo ter sido publicado há um ano nega que ilustre a visita da parlamentar norte-americana em agosto de 2022.

O mesmo usuário que publicou o vídeo em 2021, @tictoktonton, compartilhou novamente a filmagem em 3 de agosto de 2022 com a seguinte mensagem em inglês: “Todos estão usando meu vídeo sobre Taiwan e a presença da Marinha dos EUA… Este vídeo foi filmado há mais de um ano”.

Na legenda, o usuário escreveu: “Parem com as fake news”.

As mesmas imagens sem a música também foram encontradas em um vídeo mais longo, publicado no YouTube em 26 de abril de 2021.