Imagem compartilhada como se fosse na Rocinha é uma obra visual feita a partir de foto no Alemão

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

A imagem de uma única árvore cercada por incontáveis habitações foi compartilhada mais de mil vezes nas redes sociais desde, pelo menos, junho de 2019 como se retratasse a comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro. No entanto, o artista visual Luiz Bhering explicou à AFP que a imagem viralizada é, na verdade, uma criação artística realizada a partir de um registro feito no Complexo do Alemão, uma outra favela da cidade, em 2017.

“Rocinha . Foto Luiz Bhering”, diz uma das publicações no Facebook (1, 2). O conteúdo também circulou em inglês, espanhol, francês, bengali e vietnamita.

Captura de tela feita em 5 de outubro de 2021 de uma publicação no Facebook ( . / )

Pesquisas reversas pela imagem viralizada em motores como o Yandex e buscas avançadas em redes sociais levaram a publicações em inglês (1, 2, 3) que demonstraram que a imagem circula ao menos desde 2019 e que era atribuída a Luiz Bhering.

Em algumas das postagens, entretanto, usuários fizeram comentários alegando que o suposto registro teria sido manipulado. 

A imagem, de fato, possui elementos idênticos que se repetem diversas vezes.

Comparação feita em 6 de outubro de 2021 entre os elementos repetidos da imagem compartilhada nas redes sociais ( . / )

Entretanto, uma pesquisa pelo nome do fotógrafo mencionado nas postagens, Luiz Bhering, levou a uma publicação da mesma imagem feita no perfil do artista no Instagram em 30 de setembro de 2021, com a seguinte legenda: “Atendendo a um pedido estou publicando o trabalho ‘Resistência’, que imprimi hoje”.

Uma pesquisa nas redes sociais do artista levou a um outro registro do trabalho, publicado em outubro de 2019. Na postagem, Bhering afirma que a obra compõe uma série chamada “Urbanidades”.

No site do fotógrafo, a foto também aparece na categoria Urbanidades, onde a série artística de imagens é definida como “um cruzamento entre ilusão e realidade”

Procurado pelo Checamos, Bhering confirmou que a foto se trata de um trabalho artístico no qual foram utilizados “diferentes processos de pós-produção e de tratamento de imagem”.

“A foto original foi feita em 2017, na região da Penha. Faz parte do Complexo do Alemão. Foi utilizada a mesma imagem, que foi repetida várias vezes, e em apenas uma repetição aparece a árvore. Também achatei a perspectiva, deixando tudo plano. As casas se repetem intencionalmente”, acrescentou. Bhering também afirmou ter sido o autor da foto original.

O Checamos realizou buscas reversas pela imagem nos motores Yandex, Google, Bing, TinEye e Baidu. Nenhuma das pesquisas ofereceu resultados anteriores a 2017, quando o mesmo artista postou uma imagem semelhante. O próximo registro mais antigo foi localizado por meio do TinEye, em dezembro de 2018. 

O Checamos perguntou a Bhering qual seria a foto original, mas o artista afirmou que não desejava divulgá-la. “O meu trabalho é como está”, acrescentou.

A Rocinha é uma comunidade localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trata-se da maior favela do país, com cerca de 25,7 mil domicílios. O Complexo do Alemão fica localizado na Zona Norte do município.