O vídeo de uma multidão em uma praça foi gravado na Argentina e não mostra protesto em Cuba

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Um vídeo em que aparece uma multidão em uma praça à noite circula desde 15 de julho de 2021 nas redes sociais junto a afirmação de ser um dos protestos antigovernamentais ocorridos em Cuba em 11 de julho. Na verdade, a gravação, com mais de 14 mil compartilhamentos, foi feita um dia antes, em 10 de julho de 2021, em Buenos Aires, capital da Argentina.

Os vídeos foram compartilhados no Facebook (1) e no Twitter com mensagens como: “E os Castros já fugiram de Cuba!!!! Além de ladrões opressores são também covardes!”. O vídeo também foi compartilhado no TikTok.

Publicações semelhantes circularam em espanhol (1, 2).

Captura de tela feita em 19 de julho de 2021 de uma publicação no Facebook

Milhares de cubanos participaram de manifestações em 11 de julho de 2021 em várias regiões do país gritando "Liberdade!" e "Abaixo a ditadura!", enquanto o presidente Miguel Díaz-Canel convocava seus partidários também para tomarem as ruas da ilha.

Em uma busca reversa no Google por um dos frames do vídeo, realizada por meio da ferramenta InVid-WeVerify*, direcionou a várias postagens no Twitter (1, 2) em que os usuários retuitaram as postagens virais, mas especificando que o local em questão corresponde ao Obelisco de Buenos Aires, na emblemática Plaza de la República, e não em Cuba.

Ao pesquisar as palavras-chave “Obelisco” e “Buenos Aires” no Google, a equipe de checagem da AFP encontrou vários vídeos semelhantes (1, 2, 3) da comemoração da vitória da seleção argentina na Copa América, na final realizada em 10 de julho no Rio de Janeiro.

Em um dos vídeos, gravado em um ângulo semelhante, podem ser reconhecidos vários anúncios, posts e prédios da Avenida 9 de Julio na capital argentina, que coincidem com os dos posts virais.

Comparação de capturas de tela feitas em 20 de julho de 2021 de uma das postagens viralizadas no Facebook (E) e uma publicação sobre a comemoração da vitória argentina

Da mesma forma, em ambas as sequências, é possível ver o monumento iluminado pelas cores branca e azul da bandeira argentina.

*Uma vez instalada a extensão InVid-WeVerify no navegador Chrome, clica-se com o botão direito sobre a imagem e o menu que aparece oferece a possibilidade de pesquisa da mesma em vários buscadores.