O “falso enfermeiro” da foto viralizada foi detido em Manaus, não na internação de Bolsonaro em SP

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

A foto de um “falso enfermeiro” foi compartilhada nas redes sociais mais de 250 vezes desde o último 17 de julho com a alegação de que ele foi preso no hospital onde o presidente Jair Bolsonaro foi internado em São Paulo. No entanto, a imagem é de um homem preso em abril de 2021 em Manaus, por tentativa de furto e falsificação do registro de técnico de enfermagem, segundo a Polícia Civil do estado do Amazonas. A assessoria do hospital onde o mandatário esteve internado e a Polícia Civil de São Paulo descartaram a ocorrência de um caso semelhante.

“URGENTE PC de SP prendeu um falso enfermeiro nas dependencias do Hospital onde o PR Bolsonaro está internado. Joilton Batista Silverio foi detido pela seg do hospital no andar onde Bolsonaro se recupera. Ele tem passagem na policia por tentativa d homicidio e é filiado ao PCdoB”, diz uma das publicações que circularam no Twitter, no Facebook (1, 2) e no Instagram.

Captura de tela feita em 18 de julho de 2021 de uma publicação no Twitter

O presidente Jair Bolsonaro foi internado no hospital Vila Nova Star de São Paulo no último 14 de julho, para tratar de uma obstrução intestinal, e recebeu alta quatro dias depois.

Uma busca reversa no Google, pela imagem do “falso enfermeiro” que teria entrado no hospital onde Bolsonaro esteve, levou a notícias (1, 2) do dia 14 de abril de 2021 sobre a prisão de um homem em Manaus, no estado do Amazonas. Segundo as reportagens, ele foi detido por ter se apresentado em um centro hospitalar da cidade como técnico de enfermagem sem que tivesse o registro da profissão. 

Na época, o Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas se manifestou sobre o caso em sua conta do Facebook: “trajando jaleco branco e transitando pelos corredores da instituição de saúde mencionada, o suspeito, identificado como JOSÉ HENRIQUE DE SOUZA FILHO, foi flagrado com medicamentos e seringas roubados”.

Procurada pelo AFP Checamos em 18 de julho de 2021, a Polícia Civil do Amazonas confirmou que o homem da foto viralizada “foi flagrado tentando furtar materiais para procedimentos médicos” e que “um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso, que posteriormente foi remetido à Justiça”.

Já a Polícia Civil de São Paulo disse à AFP que a informação compartilhada nas publicações viralizadas “não procede” e que “nenhuma ocorrência com essas características foi localizada” pela instituição.

A assessoria do Hospital Vila Nova Star também afirmou à AFP que nenhum falso enfermeiro foi preso nas suas dependências durante a internação do mandatário.