Cédulas queimadas em vídeo são amostras, não as oficiais utilizadas nas eleições dos EUA

Publicado em 06/11/2020 às 20:45

Um vídeo em que uma pessoa queima documentos foi visualizado dezenas de milhares de vezes em redes sociais como evidência de uma suposta destruição de votos a favor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. No entanto, as folhas queimadas eram amostras de cédulas de votação e não cédulas oficiais, como as utilizadas nas eleições do último dia 3 de novembro, explicou o governo local da cidade de Virginia Beach, no estado da Virgínia.