ORIENTE-MÉDIO

Voar sobre Meca é proibido por motivos religiosos, não por "atração magnética"

Atualizado em 15/07/2021 às 17:20

Publicações que afirmam que aviões e pássaros não sobrevoam a Kaaba, local sagrado dentro da Grande Mesquita de Meca, por esta ser "um centro de atração magnética", foram compartilhadas mais de 1,7 mil vezes desde 2019 e voltaram a circular em 2021. O texto acrescenta que esse magnetismo é "confirmado pela ciência".