ESPORTES

Tuítes entre Greta Thunberg e Andrew Tate não “localizaram” o influenciador antes de sua prisão

Publicado em 04/01/2023 às 17:13

Após a prisão de Andrew Tate por tráfico humano na Romênia, em 29 de dezembro de 2022, usuários alegaram que ele foi localizado graças a um vídeo que publicou no Twitter em resposta à ativista climática Greta Thunberg. No registro, há caixas de pizza com inscrições em romeno, o que teria levado a polícia à sua localização. Isso é enganoso: a casa romena do britânico já havia sido revistada em abril e o Ministério Público explicou à AFP que uma investigação estava em andamento desde 2021, que as caixas de pizza confirmaram “o que as autoridades já sabiam” e “não tinham relação” com a prisão.